Arquivo do mês: julho 2014

Leitura em voz alta

Nada mais óbvio a respeito de um livro. Aquele artefato cheio de palavras serve para ser lido. Apesar de algumas pessoas acharem que eles são úteis para segurar portas durante ventanias e para enfeitar estantes ou mesas de centro, em … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Nos domínios da cabocla

É bom se perder num disco e ficar por ali, perdido, sem saber direito aonde ir. Mas a gente não se perde em qualquer disco. Aliás, na maioria deles, o caminho está traçado. A gente sai daqui, passa por ali … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Um futuro sem alma

O escritor americano Philip Kindred Dick é mais conhecido no Brasil pelos filmes baseados em seus livros. Como pelo menos três deles foram dirigidos por cineastas respeitáveis, qualquer pessoa com um mínimo de curiosidade e um mínimo de apreço por … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Para ouvir em alto e bom som

Indiscotíveis, da Lote 42, não é um livro tal como conhecemos. Está mais para um projeto gráfico original e cheio de graça. O formato é diferente. Ele não é do tamanho retangular de um livro comum. Tem as dimensões de … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Românticos incuráveis

Zezé Di Camargo mastigas as sílabas de “lágrimas” para caber na melodia de “as lágrimas de despedida não estarei por perto pra enxugar” em Flores em Vida, faixa de abertura de Teorias de Raul, recém-lançado 23º disco em 23 anos … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

A paixão no brado retumbante

Isabella Taviani começa o show do seu novo DVD como se fosse uma monja empunhando um belo violão de aço, igualzinho àquele que aparece na capa de Brothers in Arms, do Dire Straits. Deixa Estar, faixa de abertura, faz pensar … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Era uma vez no oeste

Manifestação de durango, o rap nasceu no beco e tinha cara de bandido. Cresceu envolvido nas quebradas e aprendeu a sobreviver lutando com as desigualdades. Criou uma casca grossa sobre a pele escura e foi protagonista de cenas de violência … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário