Arquivo do mês: agosto 2016

Uma cantora do outono, uma cantora da primavera

A curitibana Juliana Cortes lançou dois CDs que merecem atenção. Invento significa o ato de inventar e aquilo que se inventou. Gris, do verso “uma promessa gris distraindo a tarde/ uma gota de azul suspensa no ar”, é uma expectativa. … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

A rainha e os vassalos do power pop

O primeiro detalhe no show da Pitty, registrado no DVD Sete Vidas ao Vivo, é a distribuição da banda. Duda (bateria), na lateral do palco, tem Guilherme (baixo) ao seu lado. Martin (guitarra) e Paulo Kishimoto (teclados, percussão) estão na … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Refugiados do blues em novos cenários

Confusa e mística, sem uma função definida, que não seja ocupar o espaço disponível, a ilustração da capa de Borderliner, de Filippe Dias, não anuncia que ali dentro cabe meia dúzia de canções bem resolvidas. O estojo, de uma simplicidade … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

O novo modelo da bossa nova

Carol Saboya teve o cuidado de evitar a redundância. Ela deixou Carolina, de Chico Buarque, na janela, vendo a banda passar. Seria um deslize razoável, até celebrado, num lançamento com o nome da canção do respeitado senhor de olhos verdes. A … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Reverência ao passado que não perde a majestade

Difícil imaginar como ninguém pensou, até agora, em um Concerto para Pixinguinha. Seria uma excelente maneira de unir um clássico da música popular ao modelo de uma sinfonia clássica. Ninguém tampouco percebeu que Pixinguinha poderia ser o personagem de um … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário